O Palmeiras experimenta a deliciosa sensação de curtir a festa antes mesmo de a festa começar para valer.

Em casa, depois de vencer o Fluminense sem grandes sustos, a torcida alviverde iniciou a comemoração em alto e bom som.

O 1 a 0 nem expressou o que aconteceu em campo, porque se tivesse sido 3 a 0 não teria havido exagero.

Mas o time nem precisa mais de saldo de gols, tamanha é a vantagem que tem sobre os candidatos ao título que o Palmeiras vence pela segunda vez consecutiva e pela oitava vez desde 1971, marca que ninguém tem.

Somados aos dois Robertões que, aliás, deveriam ser contabilizados como Brasileirãos, aqui está o único dez vezes campeão brasileiro.

Alguém dirá que o alviverde deveria agradecer ao Botafogo.

Você não deve nada.

Tem que agradecer a capacidade de reação depois de uma temporada que parecia perdida e é inegável que Abel Pereira tem muito, muito a ver com isso.

JOGANDO NO ETARISMO

Aos 75 anos, forte feito…

Para tudo continuar na quarta-feira – 03/12/2023 – Juca Kfouri

UOL

By UOL

Informações atualizadas nas áreas de política, economia, saúde, tecnologia, esporte, entretenimento e conteúdo do público http://www.uol.com.br