Polícia Rodoviária Federal
Polícia Rodoviária Federal/Divulgação

Polícia Rodoviária Federal

Na última semana do ano, o governo federal assinou acordos de reajuste salarial de integrantes da Polícia Federal (PF) e da Polícia Rodoviária Federal (PRF). O Ministério da Gestão fez o anúncio após meses de negociações.

O aumento será dividido em três parcelas: em agosto de 2024, maio de 2025 e maio de 2026. Na PF, o reajuste beneficiará delegados, peritos, agentes, escrivães e papiloscopistas. As negociações com a polícia criminal continuam em andamento.

Na classe especial da PF, o reajuste acumulado será de 22,6%. Com isso, os delegados no topo da carreira receberão R$ 41,3 mil em 2026. Na terceira turma, o aumento será de 7,77%.

Na PRF, os reajustes acumulados variarão de 13,56% a 27,48%. O maior salário da corporação chegará a R$ 23 mil. Atualmente, o teto do serviço público, estabelecido pelo salário dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), é de R$ 41,6 mil…

Lula assina reajuste para PF e PRF; salários podem chegar a R$ 41 mil

iG News

By iG News

O iG dedica-se, diariamente, a produção de conteúdo jornalístico, bem apurado e democrático. A atuação do iG nas redes sociais também faz parte do nosso compromisso com a informação