Um ano após a posse de Lula (PT) como presidente, membros do primeiro escalão do governo voltam a defender mudanças nas regras de autonomia do Banco Central (BC) estabelecidas na Lei Complementar 179, que entrou em vigor em 2021.

ESPELHO AMERICANO

A ideia é defender mudanças que igualem o modelo brasileiro ao dos EUA. Lá, os presidentes eleitos, após um ano de posse, podem substituir o presidente do FED (Federal Reserve System), o Banco Central Americano. O diretor financeiro tem mandato de quatro anos, que termina no ano seguinte à posse do novo presidente do país.

SOFRIMENTO

No Brasil, o comandante do BC também tem mandato de quatro anos — mas só termina dois anos após a posse do novo presidente do país. Portanto, Lula assumiu o governo em janeiro de 2023, mas só poderá tirar Roberto Campos Neto do Banco Central em 2025.

LIMITE

Na opinião de membros do governo brasileiro, a norma limita excessivamente…

Governo Lula estuda imitar EUA em troca de comando do BC – 27/12/2023 – Mônica Bergamo

UOL

By UOL

Informações atualizadas nas áreas de política, economia, saúde, tecnologia, esporte, entretenimento e conteúdo do público http://www.uol.com.br